Link Recomendado

A moeda digital não para de crescer desde 2020, essa crescente máxima tem deixado os investidores eufóricos, e a pergunta que não quer calar é: “Será que ele já chegou no topo, ou ainda pode crescer mais?”

Nesse feriado de carnaval fomos presenteados com a crescente da moeda que atingiu sua máxima histórica e atingiu a casa dos US$50 mil, convertendo para real nos dias de hoje é equivalente a R$270 mil aproximadamente, e o melhor não para de crescer, entusiastas acreditam que a moeda pode chegar a 300 mil reais ainda nesse primeiro trimestre de 2021.

O Bitcoin superou o recorde de 20 mil dólares em dezembro para seguir atingindo novos recordes em 2021. A alta demanda, escassez e entrada de novos investidores tem feito com que a criptomoeda seja valorizada cada dia mais.

A moeda que já vinha ganhado impulso nos últimos meses disparou a pouco mais de uma semana desde que a montadora de carros Tesla anunciou ter investido US$1,5 bilhão em Bitcoin e que o aceitará como pagamento.

Além da Tesla a Mastercard e o Bank Of New York Mellon anunciaram que também irão aderir as criptomoeda em suas atividades financeiras. Mastercard destacou que permitirá que os comerciantes dos Estados Unidos aceitem criptomoeda selecionadas em sua rede ainda esse ano.

VEJA TAMBÉM: ABRA SUA CONTA TENHA UM CARTÃO DE CRÉDITO NUBANK

BITCOIN INDEX CRESCIMENTO EM 2021

Desde a criação do Bitcoin ele se comporta através de ciclos de valorização e desvalorização. Essas altas e quedas variam de acordo com inúmeros fatores, mas o principal deles é a demanda do ativo e sua oferta atual.

Halving é um mecanismo/sistema que a cada quatro anos reduz a mineração do Bitcoin, ou seja a quantidade de moeda ofertada no mercado, essa redução é feita pelo próprio programa.

Esse sistema de Halving faz com que a criptomoeda se valorize pelo simples fato de se tornar cada vez mais escassa, esse sistema foi ativado em meados de maio do ano passado, mas ficou inerte ate o momento que grandes empresas começaram a investir na moeda.

BITCOIN NO BRASIL VEJA COMO SURGIU

Bitcoin é uma moeda digital, descentralizada e que não necessita de terceiros para funcionar.

Ou seja você não depende de bancos, grandes corporações ou governos para movimentar o seu dinheiro. Com o Bitcoin, o dinheiro é realmente seu.

O Bitcoin foi a primeira criptomoeda do mundo e há oito anos funciona sem qualquer interrupção, baseada em uma rede descentralizada extremamente segura chamada Blockchain.

Talvez você não saiba, mas o Bitcoin possui diversas propriedades e formas de uso e uma delas é o Bitcoin como moeda.

Suas vantagens são muitas, mas temos algumas principais como liberdade de pagamento, segurança, que é um medo de muitos na hora de investir, taxas menores, controle e transparência e a privacidade.

A moeda é uma das formas de investimentos mais seguras para investimento o que muitos acabam não possuindo muita segurança por não conhecer as formas e a plataforma de investimento por Bitcoin.

VEJA TAMBÉM: CONTA DIGITAL SEM TAXAS E SEM ANUIDADE

BITCOIN INVESTIMENTOS E RISCOS

Com a moeda Bitcoin é possível enviar e até mesmo receber valores em qualquer lugar e instantaneamente. Existem algumas formas de investir em Bitcoins podendo ser através de cotas de fundos de criptomoeda, assim podendo receber a moeda como forma de pagamentos de negócios ou mesmo minerando.

As cotas de fundos é uma das maneiras mais simples de investimentos. Os fundos brasileiros foi liberado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para realizar investimentos indiretos em criptomoeda no exterior, um exemplo foi a compra de derivativos ou cotas de outros fundos.

As corretoras são uma das distribuidoras dessas carteiras, além das plataformas de investimentos, assim, alguns demandam aplicações de valor baixo, podendo ser até menos que 5mil reais.

Quem tem interesse em investimentos no mercado de criptomoeda, mas possui uma insegurança em fazer isso sozinho, os fundos podem ser uma boa alternativa, pois quem acompanha e decide as aplicações é um gestor especializados.

ALTOS E BAIXOS DO BITCOIN

O que faz a moeda tão volátil é a busca por seu valor justo no mercado, já que não há lastro nem regulamentação por parte de bancos centrais. As operações são registradas por meio da tecnologia blockchain, que registra todas as quantias transferidas, quem transferiu para quem e qual o valor.

Se, por um lado, não há uma autoridade que dite regras ao mercado nem outra moeda que referencie seu preço, também não há uma proteção ao patrimônio. A segurança é calcada na tecnologia e na aceitação no mercado. Entra, portanto, na categoria de investimento de alto risco.

Ainda assim, os preços não são sustentáveis ​​a menos que a volatilidade esfrie rapidamente, disseram analistas do JPMorgan, que sinalizaram no mês passado o surgimento da moeda como ouro digital.

VEJA TAMBÉM: TESLA INVESTE US$1,5 BILHÃO EM BITCOIN

Uma dúvida muito comum é sobre a segurança, é seguro ter? A resposta é simples o BTC é mais seguro do que o dinheiro que você tem hoje no seu banco. Conhecendo a moeda você vai saber o nível de segurança proporcionado por ele, é muito superior aos dos bancos tradicionais. No Bitcoin não há um único ponto de falha, para algum ator malicioso conseguir atacar a rede seria necessário invadir milhões de computadores em todo mundo, tarefa impossível. Enquanto nos sistemas bancários tradicionais há apenas alguns servidores centrais e todas as transações ficam escondidas do público. Blintech app Instalar

Pack textura Grátis

WhatsApp Modificado M fire 19/2

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui